Trofeu de Mundial regressa à África do Sul

Cidade do Cabo, África do Sul (PANA) - O trofeu do mundial de futebol volta à África do Sul, oito anos depois da Federação Internacional de Futebol (FIFA) ter organizado o mesmo evento neste país, constatou a PANA no local.

Depois de ter passado por várias cidades do mundo, o trofeu deixa Moçambique esta quinta-feira para Joanesburgo (África do Sul) onde será acompanhado por dignitários da FIFA e da Coca-Cola.

A eles se junta o rapper sul-africano, Cassper Nyovest, que fará um duo com Jazon Derulo para o hino da Coca-Cola FIFA.

O trofeu mais cobiçado no futebol e vencido em 2010 pela Espanha será mostrado em público em Soweto e na cidade do Cabo, nos próximos dois dias.

O galardão de 18 quilates de ouro dum peso de seis quilos será guardado sob a segurança máxima.

"Sabemos todos a importância do Mundial. É uma alegria de reviver a excitação desta competição de 2010. Exorto as populações a virem em massa para participar nas festividades e ao júbilo popular", declarou o ex-capitão da equipa sul-africana de futebol, Lucas Radebe.

A iniciativa deve recriar o entusiasmo para o Mundial de 2018 a decorrer na Rússia.

Vencedor deste campeonato mundial pela terceira vez, em 1970, o Brasil adquiriu o direito de  conservar, de maneira permanente, este troféu original, roubado em Rio de Janeiro em 1983 sem ser reencontrado e receia-se que aquilo tenha sido fundido e vendido.

O seu substituinte foi concebido pelo artista italiano, Silvio Gazzaniga, e mostra duas personagens que suportam a Terra.

-0- PANA CU/VAO/ASA/BEH/SOC/MAR/DD 1março2018

01 Março 2018 11:27:30


xhtml CSS