Tribunal anula candidatura de Laurent Gbagbo à presidência da FPI

Abidjan, Côte d'Ivoire (PANA) - O Tribunal de Primeira Instância de Abidjan decidiu anular a candidatura do ex-Presidente ivoiriense, Laurent Gbagbo, detido em Haia (Países Baixos), à liderança da sua formação política, a Frente Popular Ivoiriense (FPI).

Segundo a decisão anunciada segunda-feira, o Tribunal declarou  procedente o pedido do atual presidente da FPI, Pascal Affi N'Guessan, para a anulação parcial da decisão do Comité de Controlo que validou a candidatura de Gbagbo à presidência deste partido.

O Tribunal anulou assim esta decisão do Comité de Controlo da FPI de validar a candidatura de Gbagbo e ordenou a retirada desta no quadro da realização do quarto congresso ordinário.

Por outro lado, o Tribunal rejeitou a exceção de inadmissibilidade e indeferiu o Comité de Controlo no seu pedido reconvencional.

Enquanto se aguarda pelo veredito do recurso que pretende interpor o campo favorável à candidatura de Gbagbo, é a segunda vitória judicial de Affi N'Guessan,  depois de obter, a 9 de dezembro útimo, o adiamento sine die, pelo Tribunal, do quarto congresso ordinário inicialmente previsto para 11 a 14 de dezembro último.

-0- PANA BAL/IS/SOC/FK/IZ 30dez2014

30 décembre 2014 13:31:51


xhtml CSS