Três reclusos evadem-se de cadeia de alta segurança no Rwanda

Kigali, Rwanda (PANA) – As forças da ordem rwandesas estão a procurar três prisioneiros dos quais o jornalista e antigo diretor duma estação de rádio religiosa local, Cassien Ntamuhanga, que se evadiram esta semana de uma das cadeias de alta segurança de Mpanga, no sul do país, confirmaram quarta-feira fontes autorizadas em Kigali.

Segundo o porta-voz do Serviço Penitenciário do Rwanda, o inspetor-chefe da Polícia Hillary Sengabo, os polícias estão prontos para reforçar o seu perímetro em torno da zona onde eles suspeitam que alguns dos prisioneiros evadidos se tenham escondido.

Ntamuhanga foi condenado, em fevereiro de 2015, a 25 anos de prisão por ter formado "um grupo criminoso, conspiração contra o Governo ou contra o Presidente eleito, cumplicidade num ato terrorista e conspiração  com vista a cometer um crime".

Segundo as autoridades penitenciárias, os prisioneiros saltaram a vedação e evadiram-se, segunda-feira última, entre duas e três horas da madrugada.

A prisão de Mpanga é atualmente considerada como uma das que respondem às normas internacionais, já que ela começou a acolher reclusos transferidos para o Rwanda para serem julgados pelo Tribunal Penal Internacional para o Rwanda (TPIR), em abril de 2012.

Além disso, alguns dos ex-líderes duma milícia acusada de torturar e de mutilar civis durante a guerra civil na Serra Leoa estão presos neste estabelecimento.

Este país da África Oriental criou igualmente a cadeia de Mpanga para acolher os prisioneiros declarados culpados de crimes de guerra cometidos durante o genocídio de 1994.

-0- PANA TWA/VAO/MTA/IS/SOC/FK/IZ 2nov2017

02 Novembro 2017 18:06:40


xhtml CSS