Três Zimbabweanos julgados pela morte de ex-campeão mundial de boxe sul-africano

Cidade do Cabo, África do Sul (PANA) – Três Zimbabweanos detidos pela morte dum antigo campeão de mundo de boxe da categoria de peso pesado, o Sul-africano Corrie Sanders, comparecem esta segunda-feira diante do Tribunal de Primeira Instância de Brits, confirmou no fim de semana a Polícia à PANA.

Os suspeitos de faixa etária compreendida entre os 19 e os 20 anos estão "diretamente ligados" ao crime e artigos roubados foram encontrados nas suas casas num bairro informal vizinho, de acordo com a fonte.

O pugilista sul-africano de 46 anos de idade foi abatido durante um tiroteio provocado por ladrões armados num restaurante local.

Segundo testemunhas, quando os ladrões entraram no restaurante, Sanders disse à sua filha de 15 anos, Marinic, que o acompanhava, para se deitar ao chão, e deitou-se sobre ela a fim de a proteger.

Ele acabou por ser atingido numa das suas mãos e no estômago por disparos, tendo posteriormente sido evacuado urgentemente para um hospital mas morreu domingo da semana passada na sequência dos seus ferimentos.

Sanders tornou-se campeão do mundo dos pesos pesados em 2003 graças a uma vitória por   K.O. (knock-out) sobre o Ucraniano Vladimir Klitschko, no segundo assalto.

Dos seus 46 combates profissionais, ele apenas perdeu quatro.

O seu funeral está previsto para esta segunda-feira na Cidade do Cabo, de acordo com a mesma fonte.

-0- PANA CU/SEG/NFB/TBM/IBA/MAR/DD 01outubro2012

01 Outubro 2012 14:42:40


xhtml CSS