Transportadores rodoviários ameaçam greve no Tchad

N'Djamena- Tchad (PANA) -- O sindicato dos transportadores rodoviários do Tchad ameaça realizar uma greve para denunciar "as barreiras aduaneiras anárquicas".
"Estamos cansados de pagar taxas irregulares.
O Estado deve assumir as suas responsabilidades para ajudar os transportadores", disse o presidente do sindicato, Djibrine Ali Abakar.
"A cada 50 quilómetros pagamos taxas que não percebemos.
Não vamos continuar a viver nesta injustiça", sustentou.
Segundo ele, no eixo N'Djaména-Lago Tchad, cerca de 500 quilómetros, os transportadores desembolsam cerca de 25 mil francos CFA (um dólar americano equivale a cerca de 500 FCFA) para pagar as taxas das barreiras anárquicas.
Explicou que as taxas podem atingir dois mil a seis mil francos CFA e denunciou a "extorsão inadmissível de que os transportadores são vítimas", antes de apelar ao Governo a "varrer a estrada para uma boa circulação".

05 Setembro 2009 19:09:00


xhtml CSS