Traficante de planta condenado a 10 anos de prisão na África do Sul

Cidade do Cabo, África do Sul (PANA) – Um tribunal sul-africano condenou a 10 anos de prisão um traficante de plantas identificado por Sibusiso Khumalo, soube a PANA esta segunda-feira no local.

O caso implicou quatro traficantes, detidos em 2014 por tentarem fazer passar 12 cicadales Karoo, plantas raras do Cabo Oriental em Joanesburgo. Uma única planta pode  ser vendida por milhares de dólares americanos.

A planta figura na lista nacional das espécies protegidas e das espécies ameaçadas ou ainda protegidas.

No caso julgado pelo Tribunal Provincial de Jansenville, o juiz Rene Esterhuize infligiu aos outros três traficantes (Shadrack Matambo, Desmond Manodawafa e Alex Khoza) cinco anos de prisão cada.

O quarto traficante foi condenado à pena de 10 anos de prisão devido às suas duas precedentes inculpações pelo tráfico de cicadales Karoo.

O veículo utilizado para cometer estes delitos foi igualmente apreendido e confiscado pelo Estado.

A maior ameaça com que os cicadales estão confrontados é o tráfico praticado pelas populações selvagens para abastecer tanto o mercado local como internacional. As estatísticas atuais mostram que três espécies de cicadales desapareceram da natureza; 12 estão gravemente ameaçadas; quatro estão ameaçadas e nove são vulneráveis.

A organização « Endangered Wildlife Trust” felicitou, segunda-feira, o Ministério Público e os elementos dos Serviços da Polícia Sul-Africana que detiveram estes traficantes de plantas.

-0- PANA CU/VAO/ASA/IS/IBA/FK/IZ  7julho2015

07 Julho 2015 10:14:30


xhtml CSS