Trabalhadores petrolíferos ameaçam greve de advertência na Nigéria

Lagos, Nigéria (PANA) – Os trabalhadores do setor petroleiro da província do Delta do Níger deviam iniciar uma greve de advertência de três dias esta segunda-feira para protestar contra a insegurança crescente com qual estão confrontados, em particular a série de raptos de que  são vítimas.

Os dois sindicatos do setor petroleiro,  designadamente a União Nacional dos Trabalhadores do Petróleo e Gás (NUPENG) e a Associação dos Quadros do Setor Petrolífero e de Gás (PENGASSAN), anunciaram uma decisão de greve para esta segunda-feira.

Estes sindicatos ameaçaram lançar-se numa greve ilimitada se nada for feito para garantir a segurança dos seus membros nesta localidade.

Segundo o diário Thisday, os sindicatos pediram, numa carta enviada aos governadores dos Estados em causa da região,  a instalação, com urgência, de dispositivos para reforçar a segurança nos seus respetivos Estados a fim de garantir a segurança dos seus membros.

«É particularmente preocupante que os nossos apelos recorrentes ao Governo a diversos níveis para discutir sobre esta série de crimes e de raptos cometidos na locadalide e jugulá-los, continuem sem resposta", disseram.

Eles declararam-se preocupados com os traumatismos psicológicos e as torturas "de que sofrem os nossos membros afetados" depois de raptados por indivíduos que querem resgates ou avançam motivos vergonhosos.

"Estamos cada vez mais preocupados com esta situação de violência gratuita  contra trabalhadores do petróleo e do gás na província do Delta do Níger, que condenamos”, sublinharam.

-0- PANA SEG/FJG/JSG/IBA/FK/DD 10out2011

10 أكتوبر 2011 21:28:42


xhtml CSS