Trabalhadores burkinabes exigem aumento de salários de 25 porcento

Ouagadougou, Burkina Faso (PANA) – Os trabalhadores burkinabes reunidos no seio da União de Ação Sindical (UAS) exigiram domingo um aumento de 25 porcento dos salários, constatou-se no local.

"Aumento de salários de 25 porcento para todos os trabalhadores, a diminuição significativa dos preços dos hidrocarbonetos e a repercussão de diferentes baixas das tarifas dos transportes, a supressão da taxa de residência e do Imposto do Valor Acresxcentado (IVA) sobre empréstimos bancários contraídos por trabalhadores", são, entre outras, as principais reivindicações inscritas no caderno registo de queixas dos trabalhadores burkinabes.

Esta onda de protesto aconteceu no âmbito da comemoração, domingo, da 130ª edição da festa do trabalho.

O ministro da Função Pública, Clément Sawadogo, depois de receber o registo de queixas dos trabalhadores, comprometeu-se a discutir a questão nas próximas semanas.

Em meados de abril último, a Unidade de Ação Sindical (UAS), que reúne cerca de 22 entidades, já ameaçava paralisar o funcionamento do país, se o Governo não satisfizesse às suas reivindicações.

-0- PANA NDT/JSG/CJB/DD  03maio2016

03 Maio 2016 09:47:54


xhtml CSS