Togo e Angola preparam isenção de vistos de entrada

Lomé, Togo (PANA) -  O Togo e Angola decidiram intensificar as trocas comerciais e económicas entre si e assinar, nos próximos dias, um acordo de isenção de visitos de entrada em passaportes diplomáticos e de serviço,  apurou a PANA de fonte oficial em Lomé.

Esta vontade foi manifestada no termo de conversações entre delegações oficiais dos dois países, na capital togolesa, depois da visita efetuada, quarta e quinta-feiras, pelo ministro angolano das Relações Exteriores, Manuel Domingos Augusto.

Segundo o Ministério dos Negócios Estrangeiros, Cooperação e Integração Africana do Togo, Manuel Augusto foi portador de uma mensagem do Presidente de Angola, João Lourenço, ao seu homólogo togolês, Faure Gnassingbé.

Os chefes de diplomacia dos dois países manifestaram a convicção de que a intensificação das trocas comerciais e económicas entre os dois Estados poderá conduzir a "um crescimento partilhado benéfico" para as suas populações.

Depois de uma reunião que passou em revista as relações bilaterais, as delegações dos dois países decidiram "acelerar o processo de criação da Grande Comissão Mista de Cooperação Togo-Angola bem como a assinatura próxima de um acordo de isenção de vistos para os detentores de passaportes diplomáticos e de serviço dos dois Estados", refere a fonte.

Reafirmaram igualmente a sua "firme vontade de reforçar o papel, as capacidades, a eficácia e a eficiência da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) e da Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC) para resolver o fenómeno da radicalização e do extremismo violento no continente".

O Togo e Angola têm uma longa história de cooperação que entretanto conheceu alguns recuos, no passado, devido ao acolhimento em Lomé durante vários anos do antigo líder rebelde angolano, Jonas Savimbi, e da sua família nos anos 80 e 90.

-0- PANA FAA/BEH/SOC/MAR/IZ 22abril2018

22 Abril 2018 17:02:17


xhtml CSS