Togo concede estatuto de refugiado a Ivoirienses

Lomé, Togo (PANA) – O Togo decidiu atribuir o estatuto de refugiado aos numerosos Ivoirienses que afluem no seu território fugindo das violências pós-eleitoral no seu país, indica um comunicado divulgado quarta-feira à noite em Lomé no termo duma reunião do Conselho de Ministros.

Segundo o comunicado, o Presidente Faure Gnassingbé exprimiu « a sua preocupação face à deterioração da situação pós-eleitoral na Côte d’Ivpoire, cujas consequências não poupam os países da sub-região, e autorizou a Comissão Nacional para os Refugiados a conceder-lhes o estatuto de refugiado ».

A Coordenação de Assistência aos Refugiados e o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) já recensearam cerca de 300 refugiados compostos por homens,  por mulheres e sobretudo por crianças e estes dados estarão em constante evolução à medida que a situação se deteriorar na Côte d’Ivoire.

O Togo, apesar de não partilhar fronteira com a Côte d’Ivoire, começa a sentir os efeitos da crise que afeta este país através duma afluência de cidadãos ivoirienses.

Em 2002, vários Ivoirienses que fugiam a guerra, na sequência da rebelião, refugiaram-se no Togo.

-0- PANA FAA/JSG/MAR/TON 10março2011

10 Março 2011 10:17:44


xhtml CSS