Tempestades causam acidente de avião da Air Algérie no Mali

Bamako, Mali (PANA) - O voo da Air Algérie AH 5017 que se despenhou a 24 de julho último perto de Gossi (nordeste do Mali) foi abalado por duas tempestades, segundo  informações das análises da primeira caixa negra encontrada sexta-feira última por militares franceses, noticiou, esta terça-feira, o diário privado maliano “L’indépendant”.

Segundo o jornal maliano, a informação foi revelada pela cadeia de televisão pública francesa France 3 e retomada pelo site « France TV info », plataforma de notícias da France Télévisions.

"Os primeiros elementos dos dados do altímetro analisados explicam que o aparelho foi preso entre duas tempestades, causando uma perda total de controlo do avião", indica o jornal.

Ele adianta que "após o despenhamento, as primeiras indicações mostraram que o avião caiu porque ele atravessava uma zona de convergência intertropical, que é um local meteorológico extremamente variável e muito receado pelos pilotos".

O “L’indépendant” sublinha que "50 minutos após a sua descolagem, o piloto do avião pediu para regressar devido a uma tempestade muito violenta, mas atrás dele uma outra tempestade muito poderosa formou-se e depois de preso o avião teve sobressaltos antes de se despenhar a uma velocidade de 1.000 quilómetros por hora".

No entanto, será preciso mais tempo para obter informações da segunda caixa negra que foi encontrada a 26 de julho último por capacetes azuis da Missão Multidimensional Integrada das Nações Unidas para a Estabilização no Mali (MINUSMA).

Os investigadores acham que ela foi muito danificada e a sua análise poderia atrasar o inquérito que continua doravante em França na sequência dum acordo tripartido assinado entre o Mali, França e a Argélia.

-0- PANA GT/IS/IBA/FK/TON  05agosto2014

05 Agosto 2014 16:49:31




xhtml CSS