TPI constitui câmara de primeira instância VII para julgamento de Jean-Pierre Bemba

Abidjan, Côte d´Ivoire (PANA) - Uma "câmara de primeira instância 7" da presidência do Tribunal Penal Internacional (TPI) acaba de constituída para gerir o caso de atentado à administração da justiça cometido pelo senador congolês Jean Pierre Bemba Gombo, detido desde Julho de 2008 nesta jurisdição internacional, soube a PANA de fonte oficial.

Também serão julgados no mesmo caso os advogados da defesa de Mbemba, designadamente
Aimé Kilolo Musamba, Jean-Jacques Mangenda Kabongo, Fidèle Babala Wandu e uma testemunha da defesa, o Centroafricano Narcisse Arido, lê-se na nota.

Esta câmara composta por juizes, Olga Herrera Carbuccia da República Dominicana, Robert Fremr da República Checa e Chile Eboe-Osuji da Nigéria, vai instruir um julgamento sobre os atentados à administração da justiça cometidas pelos cinco suspeitos e confirmados por provas, a 11 de novembro de 2014, pela câmara preliminar 2.

Estes atentados, todos supostamente cometidos entre finais de 2011 e 14 de novembro de 2013 em diversos locais, incluem um suborno de testemunhas, que receberam dinheiro e instruções para fazerem falsos testemunhos, bem como elementos de prova falsos ou falsificados e a apresentação de falsos testemunhos na sala de audiência.

-0- PANA BAL/TBM/MAR/DD 31jan2015

31 Janeiro 2015 09:48:45




xhtml CSS