Sul-africana Hassina Mouri ganha prémio científico da UA

Dakar- Senegal (PANA) -- A Sul-Africana de origem argelina, Hassina Mouri, foi designada sexta-feira laureada do prémio da União Africana (UA) reservado a mulheres cientistas, atribuído pelo Instituto Científico Africano (ASI) sediado em Oakland, nos Estados Unidos, anunciou sexta-feira um comunicado de imprensa da instituição.
De acordo com o ASI, a Dra.
Hassina Mouri foi premiada na área das Ciências da Vida e da Terra.
Hassina Mouri é mestre de conferências no Departamento de Geologia da Universidade de Joanesburgo, na África do Sul, desde Agosto de 2008, precisa o comunicado.
A laureada, que efetuou os seus estudos na Argélia até a Licenciatura antes de os prosseguir em Paris, em França, consagrava as suas pesquisas sobretudo à aplicação da termodinâmica e ao estudo de algumas rochas raras da Argélia.
Ela foi eleita secretária-geral da Sociedade Geológica Africana (GSAf) durante o 22º Colóquio de Geologia Africana ocorrido na Tunísia em Novembro de 2008 e trabalha atualmente para a organização da 23ª edição deste encontro como a primeira mulher a dirigir esta atividade.
A ASI, fundada em 1967, é uma rede que integra cientistas, engenheiros, técnicos e profissionais da saúde, bem como jovens que pretendem entrar no mundo da ciência e da tecnologia.

10 Setembro 2010 12:41:00


xhtml CSS