Suécia financia combate à poluição marinha em Cabo Verde

Praia- Cabo Verde (PANA) -- A Suécia vai financiar um projecto avaliado em cerca de 219 mil euros para a salvaguarda da vida humana no mar e preservação do ambiente marinho em Cabo Verde, apurou a PANA sexta-feira de fonte autorizada.
O projecto, que resulta de um acordo de cooperação assinado recentemente entre os governos de Cabo Verde e da Suécia, inscreve-se no âmbito de um vasto programa de segurança marítima e portuária no arquipélago.
Segundo o director-geral da Marinha e Portos de Cabo Verde, Zeferino Fortes, o objectivo fundamental do projecto é dotar o arquipélago de um plano nacional de busca e salvamento marítimo (SAR) e de um outro de contingência para o combate à poluição marinha.
Os dois planos deverão ser devidamente implementados e reconhecidos pela Organização Marítima Internacional (IMO), disse.
O projecto vai permitir a Cabo Verde executar, no prazo de três anos, as medidas necessárias para o reconhecimento pela IMO da completa implementação no arquipélago das convenções de busca e salvamento, da cooperação na luta contra a poluição e do código ISPS sobre segurança nos portos do país.
O projecto visa ainda o desenvolvimento das competências necessárias dos agentes portuários para o manuseio de substâncias perigosas e combate a incêndios.
Outra vertente do projecto será a formação de formadores nas áreas de busca e salvamento, combate à poluição e manuseio de cargas perigosas, para além da aquisição de equipamentos para combate à poluição e visitas de estudos a instituições suecas.

19 Novembro 2004 18:38:00


xhtml CSS