Sudão quer contribuição líbia para pacificação de Darfur

Tripoli- Líbia (PANA) -- O Sudão reiterou sábado o seu pedido ao guia da Revolução líbia, coronel Muamar Kadafi, para participar nas negociações de paz em Darfur, com vista ao restauro da segurança e estabilidade em Darfur, oeste sudanês, em conformidade com a vontade da União Africana (UA).
O pedido foi reformulado por M'Barek Al-Fadhel, adjunto do Presidente sudanês Omar el-Bechir durante um encontro sábado em Tripoli com o secretário do Comité Popular Geral Líbio das Relações Exteriores e Cooperação Internacional (ministro dos Negócios Estrangeiros), Abderrahman Chalgham, segundo a agência noticiosa líbia (JANA).
A mesma fonte acrescenta que o encontro inscrito no quadro das consultas constantes e do acompanhamento dos últimos desenvolvimentos na província de Darfur, abordou igualmente em questões regionais e internacionais de interesse comum.
O general Abou Bakr Younès, membro do comando histórico da Revolução Líbia, recebeu na passada terça-feira M'Barek Al-Fadhel, que lhe entregou uma mensagem de Omar-el-Bechir, destinada a Kadafi.
Nesta mensagem, o Presidente sudanês exorta o seu homólogo líbio a adoptar os esforços envidados pela União Africana neste sentido, tendo em conta a grande consideração e o respeito de que goza junto das diversas partes, assim como o seu papel de primeiro plano na consolidação da paz, segurança e estabalidade no continente africano.
Bechir destacou igualmente a credibilidade política e moral de Kadafi junto de todos os dirigentes africanos.
O presidente do Partido Unionista Democrático (oposição no Sudão), Mohamed Othman Al-Mirghani, cumulativamente presidente da coligação nacional, exortou Kadafi segunda-feira a partir de Asmara, capital eritreia, a intervir por uma solução rápida para o problema de Darfur.

02 Agosto 2004 16:53:00




xhtml CSS