Sudão denuncia ataque de grupo armado tchadiano em seu território

Cartum- Sudão (PANA) -- O Sudão acusou terça-feira um grupo armado tchadiano de ter assaltado a aldeia de Faria em Darfur (oeste sudanês), roubando armas, disparando contra um veículo da Polícia local e ferindo seus agentes, indica um comunicado oficial a que a PANA teve acesso.
"Este grupo armado agrediu igualmente as tropas da União Africana (UA) que patrulhavam no sul da aldeia de Kulbus", declarou o porta- voz do Exército sudanês, Al-Abbas Abdul Rahman Khalifa na nota.
Khalifa afirmou que as Forças Armadas Sudanesas "não foram passivos face a este tipo de agressão e continuaremos vigilantes para garantirmos o nosso direito à segurança, à paz e estabilidade", acrescentou.
Este ataque do grupo armado tchadiano surge uma semana depois de o ministro sudanês dos Negócios Estrangeiros ter declarado que aviões tchadianos sobrevoaram sem autorização o espaço aéreo do seu país, acusando ao mesmo tempo as tropas tchadianas de atravessar a fronteira e roubar o gado no Sudão.
As autoridades tchadianas refutaram estas acusações, acusando por seu turno o Sudão de utilizar os desertores tchadianos para lutar contra os rebeldes de Darfur.
"Temos a prova de que o governo sudanês armou os rebeldes, pós ao seu dispor veículos e material logístico e de comunicação", retorquiu o Presidente tchadiano Idriss Déby, citado pela imprensa sudanesa.
Os partidos políticos no poder nos dois países apelaram no fim-de- semana passado aos respectivos dirigentes para pôr fim aos seus malentendidos.

30 Novembro 2005 21:46:00




xhtml CSS