Sudão aceita força ONU/UA para Darfur

Nova Iorque- Estados Unidos (PANA) -- O Governo sudanês é favorável ao desdobramento de uma força híbrida ONU/UA de manutenção da paz em Darfur, assegurou o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon.
"O meu enviado especial em Darfur, Jan Eliasson, anunciou-me por telefone ter mantido uma discussão frutuosa com o Presidente sudanês, Omar El Bashir, sobre o desdobramento da força híbrida ONU-UA", declarou Ki-moon durante uma recepção organizada à sua honra pela Associação dos Correspondentes de Imprensa junto da ONU (UNCA).
O Governo sudanês tinha antes rejeitado o desdobramento de uma força onusina para substituir a missão subfinanciada da UA em Darfur para pôr termo ao conflito que fez mais de 200 mil mortos e deslocou mais de dois milhões de outras pessoas.
Ban Ki-moon disse estar encorajado pelo desfecho da reunião entre o Presidente El Bashir e o seu emissário Jan Eliasson e prometeu participar na próxima cimeira da UA prevista para Addis Abeba com vista a discutir a crise de Darfur com os líderes africanos.
Citou Jan Eliasson como tendo declarado que o Presidente Bashir deu garantias do seu Governo para uma "sólida cooperação com uma assistência da ONU e da UA".
Jan Eliasson deverá deslocar-se a Darfur no fim-de-semana para se encontrar com os responsáveis das missões da ONU e da UA.
A futura força híbrida prevê integrar 17 mil soldados e três mil polícias para substituir os sete mil soldados da missão da UA.

14 Janeiro 2007 13:55:00




xhtml CSS