Soweto homenageia Mandela

Qunu, África do Sul (PANA) - Enquanto a atualidade internacional estava virada para o funeral de Nelson Mandela domingo, nas montanhas de Qunu, onde passou a sua juventude quase um século antes, o evento era igualmente comemorado em Soweto onde ele viveu e onde a revolta de 1976 lançou a revolução que destituiu provavelmente o regime do apartheid.

Milhares de espetadores reuniram-se no Orlando Stadium, perto da casa onde morava Mandela.

Mandela pediu, a 10 de fevereiro de 1985, à sua filha, Zindzi, que lesse uma mensagem à nação a partir do Jabulani Stadium. Nessa altura ele estava encarcerado na prisão de Pollsmoor.

O Presidente PW Botha prometeu libertá-lo à condição que renunciasse à luta armada.

Mandela recusou-se, afirmando que "não estou pronto para vender o direito de nascimento do meu povo para beneficiar duma liberdade".

Durante a manifestação organizada para o acolher em Soweto, em 1990, as suas primeiras palavras foram "Estou finalmente de regresso à casa".

Houve igualmente uma grande concentração diante da antiga casa de Mandela em Soweto, onde Mandela viveu na Vilakazi Street em Orlando West, durante 16 anos, de 1946 a 1962.

-0- PANA CU/MA/ASA/TBM/MAR/IZ 15dez2013

15 december 2013 21:59:58




xhtml CSS