Sociedade civil nigerina chamada a envolver-se na transição política

Niamey- Níger (PANA) -- O líder da Junta militar no Níger, Djibo Salou, instou segunda-feira a sociedade civil nigerina a envolver-se na transição política em curso neste país desde a tomada do poder por um Conselho Supremo para a Restauração da Democracia (CSRD, Junta), constatou a PANA.
Numa audiência concedida aos actores da sociedade civil em Niamey, o presidente do CSRD pediu-lhes que dessem a sua contribuição em termos de reflexões e propostas com vista ao bom êxito da transição democrática.
Segundo ele, as análises e propostas dos actores da sociedade civil esclarecerão o CSRD sobre as orientações a dar ao Conselho Consultivo com vista a uma restauração efectiva e duradoura da democracia no Níger.
"Vocês foram testemunhas da crise política em que o nosso país foi mergulhado e dos riscos aos quais estava exposto.
Peço-lhes que ajudem, através das vossas reflexões e propostas, a alargar o campo das liberdades democráticas com vista a dar possibilidades de êxito à transição política", disse Djibo, felicitando a sociedade civil nigerina pelo seu combate pelo regresso à democracia.
Este encontro com a sociedade civil acontece 48 horas após a reunião mantida com os respresentantes dos partidos políticos que ele acusou de serem responsáveis pela crise política e pela intervenção do Exército na cena política.
Esta série de encontros com os actores da vida política, social e económica do Níger visa recolher o máximo de propostas e sugestões com vista à instalação do Conselho Consultivo que terá por missão elaborar o cronograma da transição, explicou Salou Djibo.

15 Março 2010 20:10:00


xhtml CSS