Sociedade civil exige criação de instituições de apoio às mulheres agredidas na Líbia

Tripoli, Líbia (PANA) – O seminário sobre «o apoio psicológico e social às mulheres agredidas na Líbia” apelou para a necessidade de se estabelecer um centro integrado encarregue da execução de planos práticos, científicos e médicos, sociais, psicológicos e jurídicos de apoio às mulheres vítimas de violência.

Nas suas recomendações emitidas no termo deste seminário, os participantes sublinharam a importância do enraizamento dos direitos das mulheres e da promoção das suas capacidades bem como o seu investimento na prevenção e sensibilização das outras mulheres.

Eles pediram o estabelecimento duma base de dados sobre estatísticas e informações relativas ao fenómeno da violência preservando a sua confidencialidade e o anonimato das pessoas que as recolhem.

Os participantes apelaram igualmente para a unificação dos esforços das organizações da sociedade civil e dos organismos públicos, dos psicólogos e trabalhadores sociais através do desenvolvimento dum mecanismo específico no seio da comunidade em coordenação com as organizações internacionais que trabalham neste domínio para aproveitar a sua perícia e a formação dos locais através do seu envolvimento no trabalho.

Defenderam a revisão das leis relativas a estes crimes e aos direitos das mulheres bem como o acesso da gente feminina a todos os seus direitos constitucionais.

Apelaram para corrigir alguns conceitos baseados no espírito da mulher apresentando-a como sendo um ser humano fraco e incapaz de se proteger e realizar estudos científicos e académicos sobre as mulheres agredidas na Líbia, bem como aproveitar  as experiências das outras comunidades árabes e estrangeiras em matéria de exame da violência contra as mulheres.

-0- PANA BY/AAS/FK 20dez2011

20 Dezembro 2011 09:44:03


xhtml CSS