Sobrepovoamento é factor de mortalidade prisional da Swazilândia

Mbabane- Swazilândia (PANA) -- O sobrepovoamento nas cadeias da Swazilândia provocou a morte de 13 presos nestes dois últimos meses, segundo um relatório sobre a gestão prisional, elaborado por um especialista na matéria, Buyile Vilakati.
Em 2002, 28 presos morreram durante a sua encarceração e, em 2003, este número aumentou ligeiramente em 34.
Vilakati atribuiu o sobrepovoamento prisional aos longos períodos que os detidos passam nas cadeias enquanto aguardam pelo seu julgamento.
Este fenómeno implicou por outro lado uma degradação das condições de higiene, expondo os presos às doenças.
"É preciso que se faça alguma coisa para que a roda da justiça gire mais rapidamente porque pessoas morrem antes mesmo de serem julgadas", advertiu, sublinhando que alguns detidos passavam quatro anos na cadeia antes de serem cxhamados para o julgamemento.
Os magistrados do Tribunal Supremo reconheceram que alguns detidos, quando estavam a ser julgados, já tinham cumprido a metade da sua pena

08 Março 2004 20:44:00


xhtml CSS