Sites Internet tchadianos em greve em homenagem ao opositor raptado

Paris- França (PANA) -- Vários sites Internet e blogs tchadianos decidiram observar a partir de segunda-feira dois dias de greve em homenagem ao opositor Ibn Oumar Mahamat Saleh, dado como desaparecido desde o seu rapto a 3 de Fevereiro último na sequência do ataque rebelde em N'Djaména, a capital do Tchad, que ameaçou derrubar o regime do actual Presidente Idriss Déby Itno, constatou a PANA no local.
"A nossa acção inscreve-se numa dinámica de solidariedade para com a família Ibni Oumar", declarou à PANA Mahamat Assileck Halata, promotor desta acção.
Vários sites Internet e blogs cessaram a sua emissão e deixam uma página negra com a foto do desaparecido acompanhado pelo lema "Em homenagem a Ibn Oumar Mahamat Saleh assassinado no Tchad por Idriss Déby Itno".
Saleh, várias vezes ministros, foi presidente do Partido para Liberdades e Desenvolvimento (PLD) e porta-voz da Coordenação dos Partidos Políticos para a Defesa da Constituição (CPDC) antes do seu desaparecimento.
Segundo um relatório da Comissão de Inquérito, criada pelo regime tchadiano sob a pressão de França, tudo parece indicar que Ibn Oumar "morreu" sem estabelecer formalmente a morte do opositor.
"Nenhuma informação ou elemento probante não foi obtido sobre o rumo de Ibni Oumar Mahamat Saleh, o único dos opositores políticos raptados a 3 de Fevereiro que não reapareceu.
Doravante, as pessoas pensam que ele morreu", indica o relatório.

22 Setembro 2008 22:47:00




xhtml CSS