Sindicatos bancários observam greve geral na Guiné-Conakry

Conakry- Guiné (PANA) -- Uma greve geral dos trabalhadores dos bancos primários da Guiné-Conakry iniciou-se a quinta-feira em todo o território nacional, para reivindicar um aumento salarial e subsídios relativos às responsabilidades assumidas, constatou a PANA no local.
Segundo um responsável dum importante banco local, contactado pela PANA, os trabalhadores exigem um aumento dos salários de cerca de 65 por cento contra 30 que suas entidades patronais estão prontas a pagar "apesar de todas as dificuldades".
O sindicato dos Bancos, apesar de ter sido recebido, segunda-feira passada, pelo primeiro-ministro, Jean-Marie Dore, não conseguiu chegar a nenhum acordo com os decisores púbicos que solicitam sacrifícios a todas as populações com vista a encontrarem "soluções radicais e duradouras" para numerosos problemas com que se debatem os trabalhadores guineenses em geral.
Os grevistas, que manifestaram o seu descontentamento em 2009 pelas mesmas razões, exigem também, entre outros, a assistência médica alargada aos membros da sua família.

15 Abril 2010 19:29:00


xhtml CSS