Sindicatos ameaçam greve no ensino secundário na Mauitânia

Nouakchott, Mauritânia (PANA) – O Sindicato dos Professores Independentes do Ensino Secundário (SYPES) e o Sindicato Nacional dos Docentes do Ensino Secundário (SNES) na Mauritânia anunciaram quarta-feira uma breve paralisação dos trabalhos, a 18 e 23 de abril corrente, e uma greve geral de 2 a 17 de maio próximo.

Segundo uma declaração a que a PANA teve acesso quarta-feira, os sindicatos do ensino secundário protestam contra a não satisfação de uma série de reivindicações contidas numa plataforma submetida ao ministro da Função Pública desde 2 de abril deste ano.

Esta plataforma consiste num "aumento substancial dos salários, adoção e aplicação dum estatuto particular a favor dos inspetores e docentes do ensino secundário, alojamento para os docentes do ensino secundário, aumento do prémio giz e o seu pagamento para o ano de 2012, titularização e formação dos docentes contratuais e cessação dos recrutamentos ilegais".

-0- PANA SAS/JSG/CJB/IZ 11abr2011

11 Abril 2012 17:09:02


xhtml CSS