Sindicato ameaça greve geral na universidade Marien Ngouabi de Brazzaville

Brazzaville, Congo (PANA) - O colégio intersindical da Universidade Marien Ngouabi na capital congolesa, Brazzaville, anunciou uma greve geral e ilimitada, a partir de 1 de setembro próximo, se não forem pagos os salários dos meses de junho a  agosto de 2017.

A intersindical pede igualmente o pagamento das horas complementares, de supervisão e de enquadramento das teses e monografias dos estudantes e o pagamento da subvenção de funcionamento dos primeiro, segundo e terceiro trimestres deste ano.

Durante uma reunião sábado em Brazzaville, o colégio sindical constatou que os problemas levantados para resolver as preocupações dos professores da Universidade Marien Ngouabi "nunca encontraram soluções".

O colégio sindical pediu o respeito da concomitância do pagamento dos salários dos agentes da Universidade Marien Ngouabi com os da Função Pública.

-0- PANA MB/JSG/MAR/IZ 30julho2017

30 Julho 2017 10:41:31


xhtml CSS