Sindicalistas contra vinda do director da OMC às Maurícias

Port-Louis- Ilhas Maurícias (PANA) -- Sindicalistas maurícios pronunciaram-se sábado em Port-Louis contra a visita à ilha do director da Organização Mundial do COmércio (OMC), Supachai Paritchpakdi, prevista para Março.
O director da OMC deverá ser o convidado de honra do governo maurício durante a celebração, a 12 de Março, do 36º aniversário da independência e do 12º aniversário da República maurícia.
O presidente do Congresso dos Trabalhadores Maurícios (MLC), Jugdish Lollbeeharry, estimou que a OMC representava uma ameaça aos direitos sociais das populações.
"Preconiza o liberalismo económico, a desregulação das leis do trabalho e o aumento das taxas.
Consequentemente representa uma ameaça à classe laborial", disse, acrescentando que a OMC estava na origem de numerosos problemas com que estão confrontados os trabalhadores no mundo.
Lollbeehary estima que o governo maaurício escolheu mal o seu convidado para este evento histórico que representa o 36º aniversário da acessão da ilha à soberania internacional.

21 Fevereiro 2004 11:57:00


xhtml CSS