Sete suspeitos detidos após incêndio em escola primária no centro-norte do Burkina Faso

Ouagadougou, Burkina Faso (PANA) - Quatro agressores e três presumíveis cúmplices foram detidos por membros do grupo de autodefesa Koglweogo após um incêndio ocorrido quarta-feira última na Escola Primária de Bafina e ataques em duas aldeias no centro-norte do Burkina Faso, soube PANA neste fim de semana de fonte local.

"Depois do ataque, o alerta foi dado e os combatentes de Koglweogo lançaram uma ofensiva que culminou na captura de pelo menos sete pessoas entregues imediatamente à polícia", explicou um professor por telefone.

A mesma fonte precisa que os atacantes presos tinham na sua posse armas do tipo Kalashnikov.

Homens armados não identificados incendiaram quarta-feira a Escola Primária de Bafina, aldeia situada no centro-norte do Burkina Faso, sem fazerem vítimas, refere-se.

Depois de queimarem a escola, os assaltantes foram a um mercado local, onde semearam o pânico disparando ao ar.

Desde 2015, o Burkina Faso tem sido alvo de ataques terroristas contra posições das forças de defesa e segurança e as populações civis.

De acordo com um balanço oficial, 133 mortos foram registados em 80 ataques desde então.

-0- PANA NDT/IS/DIM/DD 05maio2018

05 Maio 2018 13:52:05


xhtml CSS