Senegal e Bélgica convocados diante do TIJ para caso Hissène Habré

Addis Abeba, Etiópia (PANA) – O Tribunal Internacional de Justiça (TIJ) empreenderá em março próximo, em Haia (Países Baixos), audiências públicas relativas à extraditação do ex-Presidente tchadiano, Hissène Habré (1972-1990), que opõe o Senegal à Bélgica, soube PANA esta segunda-feira em Addis Abeba à margem da XVIII cimeira da União Africana (UA).

Sob o lema "Reforço do Comércio entre Africanos", a XVIII cimeira da UA deve passar em revista o caso Hissène Habré, depois de ter pedido, há um ano, ao Senegal para criar uma jurisdição especial a fim de julgar o ex-Presidente tchadiano acusado de torturas e de crimes contra a humanidade durante o seu reinado de 1982 a 1990.

Dificuldades para eleger o novo presidente da Comissão da UA impediram a cimeira de respeitar a sua agenda, obrigando os chefes de Estado e de Governo a adiarem vários pontos, dos quais o caso Hissène Habré.

-0- PANA SEI/TBM/IBA/FK/DD 30jan2012

30 Janeiro 2012 21:31:08




xhtml CSS