Senegal disponibiliza $ 20 milhões para organizar XV Cimeira da Francofonia

Dakar, Senegal (PANA) – O Senegal vai desembolsar 10 biliões de francos CFA (mais de 20 milhões de dólares americanos) para uma boa organização da XV Cimeira da Francofonia prevista para 29 a 30 de novembro próximo em Dakar, indicou segunda-feira o ministro senegalês da Cultura, Abdoul Aziz Mbaye.

«Hoje, estamos de novo reunidos com o comité de pilotagem da Organização Internacional da Francofonia (OIF) para passarmos em revista o ponto de orientação dos dispositivos que estamos a instalar para garantir o êxito da XV cimeira da Francofonia em Dakar», disse o governante senegalês durante uma conferência de imprensa conjunta com o referido Comité de Pilotagem em Dakar.

«Estamos muito organizados no plano financeiro. Todas as comissões e todos os centros de despesas ligados à cimeira forneceram uma estimativa do orçamento que deverá ser apoiada no quadro da cimeira. O total destes orçamentos está largamente acima dos meios do Senegal. Porém, reduzimos, com o apoio do chefe Estado (Macky Sall) a uma contribuição de 10 biliões de francos CFA”, precisou.

Explicou que, apesar desta contribuição, o Senegal deve buscar fundos complementares junto dos seus parceiros, a fim de poder cobrir o orçamento geral a todos os níveis.

Esta XV cimeira de Dakar, que decorrerá sob o lema « As Mulheres e Jovens, Atores de Paz e Desenvolvimento », contará com a participação duma centena de delegações e de cinco mil 200 delegados dos países-membros da Francofonia.

Comités e um site de informações foram instalados para permitirem a todos os participantes acederem às informações sobre o encontro ao passo que as suas comissões serão incumbidas de identificar, executar um plano de ações e definir um orçamento para o sucesso deste certame.

Para o conselheiro do secretário-geral da OIF, Ousmane Paye, a visita do Comité de Pilotagem da OIF permitiu abordar as dimensões institucional, técnica e inteletual.

A dimensão institucional está ligada à conferência ministerial de meio-percurso, durante a qual o Senegal substituirá a República Democrática do Congo, na presidência rotativa desta instituição.

Uma dimensão técnica que indica as disposições tomadas para resolver os problemas de protocolos, de comunicação, de acolhimento e de logísticos.

Paye precisou que convites foram enviados pelo chefe de Estado do Senegal, Macky Sall, a todos os seus homólogos e chefes de Governos francófono, bem como aos responsáveis de todas as organizações internacionais para lhes permitirem apontar as datas de 29 e 30 de novembro de 2014 na sua agenda.

«A nível inteletual e político, o Senegal já depositou um documento de orientação com temas de referência que anuncia a natureza, a dimensão e as orientações do «documento mártir» da Declaração de Dakar, a ser apresentada à próxima reunião do grupo de redação», acrescentou.

A reunião do Comité de Pilotagem da OIF em Dakar foi presidida pelo delegado-geral para a organização da cimeira, Habib Sy.

Paye indicou que um Centro Internacional de Conferências de Dakar (CICD) está em curso de construção para albergar o evento.

Uma aldeia da Francofonia será igualmente instalada no seio do CICD, para permitir aos países participantes apresentarem uma vitrina das suas expetativas, mas também a sua cultura e o seu interesse pela inovação tecnológica e científica em direção aos jovens e às mulheres.

O comité já efetuou duas visitas de trabalho desde dezembro de 2013, devendo fazer a terceira num período de três dias.

-0- PANA KAN/IS/FK/DD 08abril2014

08 april 2014 10:11:39




xhtml CSS