Senegal à frente do bureau do Comité Mulheres e Desenvolvimento

Dakar- Senegal (PANA) -- O Senegal foi eleito para a presidência do bureau do Comité Mulheres e Desenvolvimento (CFD), órgão de orientação das políticas da Comissão Económica das Nações Unidas para África (CEA) nos domínios da igualdade dos sexos.
Esta eleição aconteceu durante a primeira conferência ministerial sobre a declaração da União Africana sobre a igualdade e equidade do género em África, decorrida de 14 a 15 de Outubro em Dakar, capital senegalesa.
"Estamos conscientes da importância do nosso papel e o Senegal vai cumprir com este dever", prometeu a ministra senegalesa da Mulher, Família e Desenvolvimento Social, Aïda Mbodj, durante a cerimónia de encerramento do encontro em Dakar.
Mbodj sublinhou que o papel do seu país se torna mais importante na medida em que os governantes africanos manisfestam a sua vontade política de contribuir para o melhoramento das condições de vida e de trabalho das mulheres no continente africano.
O Senegal está à frente dum bureau composto pela Tunísia, pelas ilhas Maurícias, pela RD Congo e pela Namíbia.
Para além destes Estados, as Organizações Não Governamentais (ONG) e as pessoas a que se recorre têm assentos no Comité Mulheres e Desenvolvimento.
De acordo com os estatutos do comité, dois terços dos seus membros serão renovados de dois em dois anos "por questão de continuação".
E "a CEA é responsável pela escolha das ONG e de pessoas a que se recorre e que preenchem os requisitos, e submete a lista ao Comité para aprovação".
O CFD foi criado a pedido dos representantes dos governos reunidos em 1997 em Nouakchott, na Mauritância, durante a primeira Conferência Regional Africana sobre a Integração das Mulheres no Desenvolvimento, organizada pela CEA.
O Senegal sucede ao Egipto na presidência do Comité Mulheres e Desenvolvimento.

16 Outubro 2005 19:58:00


xhtml CSS