Senado nigeriano homenageia Mandela

Abuja, Nigéria (PANA) - O Senado nigeriano prestou homenagem a Mandela durante a sua sessão organizada terça-feira para magnificar a vida do antigo Presidente sul-africano.

O Senado observou um minuto de silêncio antes de exortar os líderes nigerianos a inspirar-se nas qualidades excecionais de Mandela para estimular o impulso, com vista à modernização do país para fazer uma nação unida e próspera.

Os senadores fizeram vários elogios a Nelson Mandela, cuja homenagem era a única questão inscrita na agenda.

Para o presidente do Senado, David Mark, de todas as ações de Mandela, o perdão é o mais notável.

"A mais importante de todas as qualidades e do legado de Mandela é o perdão. Que ele tenha conseguido perdoar a todos os que o detiveram durante muito tempo é uma qualidade em que se deve inspirar. Saiu da prisão determinado a ver uma África do Sul unida. Quando se confirmou seria Presidente, vários Brancos receando represálias venderam os seus bens e deixaram a África do Sul. Mas o deploraram porque o homem predicou e praticou o perdão", indicou David Mark.

Segundo ele, não haverá um outro Nelson Mandela no mundo.

"Embora não possamos ser um Nelson Mandela para o mundo, podemos pelo menos sê-lo  para os nossos países e as nossas sociedades respetivas. Ele era muito convencido de que tinha uma causa e acreditava firmemente. Quando os líderes acreditam na causa que defendem, eles vão até lá. Quando um líder é honesto, os outros sê-lo-ao. Era um líder que predicava a paz, o perdão e a justiça", indicou.

Sublinharam que as qualidades excecionais de Mandela que lhe valeram 250 distinções, incluindo o Prémio Nobel da Paz em 1993, a Medalha Presidencial da Liberdade Americana, a Ordem Soviética de Lenine e o Bharat Ratna.

-0- PANA MON/VAO/ASA/JSG/IBA/MAR/IZ 11dez2013        

11 december 2013 21:35:10




xhtml CSS