Seminário sobre violência contra mulheres inicia-se na Gâmbia

Banjul- Gâmbia (PANA) -- Um seminário sobre os meios de pôr termo à violência contra as mulheres iniciou-se quinta-feira em Banjul, a capital gambiana, na presença da Vice-Presidente gambiana e ministra dos Assuntos femininos, Isatou Njie-Saidy.
Falando durante a cerimónia de abertura, Njie-Saidy disse que a violência contra as mulheres tinha implicações profundas na sua saúde, lamentando o facto de que a sociedade muitas vezes a ignora.
Sublinhou que os Objetivos de Desenvolvimento do Milénio relativos à educação das meninas, ao género, à igualdade e emancipação das mulheres refletem o facto de que a comunidade internacional reconhece que as questões de saúde, de desenvolvimento e de igualdade de género estão estreitamente ligadas.
Njie-Saidy prometeu que a rede gambiana sobre a violência baseada no género irá sensibilizar os provedores de cuidados de saúde e os decisores políticos para lhes permitir apreciar a sensibilidade do problema bem como o modo como afeta a saúde das mulheres.
A Vice-Presidente gambiana afirmou que a promulgação da lei da criança, em 2009, da lei do tráfico de pessoas, em 2007, e da lei da mulher, em 2010, é a manifestação clara da vontade do Governo do seu país de proteger os direitos da criança e da mulher.

01 Julho 2010 19:35:00




xhtml CSS