Seleção nacional de futebol do Gana regressa ao país

Accra, Gana (PANA) - Os "Estrelas Negras" do Gana regressaram ao país no fim de semana passado depois de ter falhado a sua qualificação para os oitavos-de-final do Mundial de 2014 no Brasil pela primeira vez da sua história.

Uma rádio sediada em Accra, Joy FM, anunciou que o capitão da equipa, Asamoah Gyan, e o selecionador, Kwasi Appiah, apresentaram as suas desculpas à nação pelo seu triste desempenho, enquanto os outros jogadores se recusaram a falar aos jornalistas.

"Fomos num torneio para orgulhar a nação mas as coisas não correram como previstas", deplorou Gyan.

"Tudo o que tenho a dizer é que apresentamos as nossas desculpas aos Ganenses pelos nossos desempenhos", indicou acrescentando que "não direi que é bom regressar tão cedo mas devemos concentrar-nos nos nossos próximos compromissos".

O selecionador Kwasi Appiah desculpou-se igualmente pela incapacidade da equipa de se qualificar, mas declarou que como 70 porcento da equipa era muito jovem, havia ainda "bom futuro".

O Gana terminou no último lugar do Grupo G, denominado "grupo da morte", perdendo dois jogos (1-2 contra os Estados Unidos e 1-2 contra Portugal) e um empate (2-2 com a Alemanha).

Os incidentes fora do terreno mancharam o desempenho da equipa nacional de futebol do Gana no Mundial do Brasil.

As "Estrelas Negras" reclamaram de maneira persistente pelo pagamento dos seus prémios em numerário e ameaçaram boicotar o jogo final de grupo contra Portugal.

Dois jogadores, Sulley Muntari e Kevin-Prince Boateng, foram expulsos da equipa por causa de indisciplina.

-0- PANA MA/SEG/MTA/BEH/IBA/MAR/TON 30 junho 2014

30 Junho 2014 19:06:50




xhtml CSS