Seis supostos cúmplices de autores de ataque terrorista detidos no Burkina Faso

Ouagadougou, Burkina Faso (PANA) – Seis presumíveis cúmplices dos autores dos ataques terroristas de 15 de janeiro último contra um hotel e um restaurante em Ouagadougou, que fizeram 30 mortos, foram detidos, segundo a Gendarmaria Nacional do Burkina Faso.

« Segundo os primeiros elementos do inquérito, as seis pessoas de nacionalidade estrangeira teriam albergado os autores do ataque de Ouagadougou de 15 de janeiro último e estão em ligação com o mentor dos atentados que continua a ser procurado », declarou um comunicado da Direção de Comunicação da Gendarmaria.

«Queremos lembrar às populações que elas devem participar ativamente na sua segurança   ficando vigilantes e dando  informações fiáveis e úteis para as nossas investigações », lê-se na nota.

Na sexta-feira 15 de janeiro último, por volta das 19 horas e 30 minutos (locais e TMG),  um comando de três indivíduos de sexo masculino atacava o café- restaurante Cappucino e o   Splendid Hotel, matando 30 pessoas e fazendo vários feridos.

Alguns dias após o ataque, o Tribunal anunciava a captura de um cidadão Burkinabe ligado aos assaltantes.

Desde este ato reivindicado pelo Al Qaeda no Magrebe Islâmico (AQMI), a justiça burkinabe abriu um inquérito sobre este caso denominado « associação de malfeitores relacionados com uma iniciativa terrorista, assassinato, tentativa de assassinato,  sequestro de reféns, detenção ilegal de armas de fogo …. contra X”.

-0- PANA NDT/IS/SOC/FK/DD 2junho2016

02 Junho 2016 15:45:03


xhtml CSS