Seis piratas somalis detidos por navio de guerra espanhol ao largo de Mogadíscio

Nairobi, Quénia (PANA) - Seis piratas foram capturados por um navio de guerra espanhol após frustrar um ataque ao largo de Mogadiscio (capital da Somália), revelou a Força Naval Europeia de Luta contra a Pirataria (EUNAVFOR).

A EUNAVFOR indicou que o seu navio espanhol, ESPS Patino, foi atacado por piratas após ter escoltado uma caravana do Programa Alimentar Mundial (PAM), mas que as suas forças de proteção conseguirem repelir o ataque.

«A 12 de janeiro, depois de ter escoltado a caravana do PAM que transportava ajuda alimentar para a Somália, perto do porto somalí de Mogadiscio, o navio ESPS Patino foi atacado por uma embarcação de presumíveis piratas», declarou a EUNAVFOR num comunicado publicado quinta-feira à tarde.

Os meliantes abriram fogo com armas ligeiras e tentaram subir a bordo do ESPS Patino, mas tiveram a riposta da força de proteção do navio em estado de legítima defesa apoiada por um helicóptero do navio, de acordo com a fonte.

O barco frustrou o ataque e os homens renderam-se depois de terem deitado os seus meios, nomeadamente armas, escadas e barrís de combustível ao mar.

Cinco dos seis homems capturados no barco receberam cuidados médicos a bordo do Patino, indicou a EUNAVFOR.

-0- PANA AO/SEG/ASA/TBM/DIM/DD 14jan2012

14 Janeiro 2012 18:48:02


xhtml CSS