Seis camponeses raptados no centro do Mali

Bamako, Mali (PANA) – Seis camponeses foram raptados segunda-feira nos seus campos por homens armados não identificados que circulavam de motos, na comuna de Togueré Coumbé, a 70 quilómetros da prefeitura de Tenenkou, na província de Mopti (centro), soube a PANA de fonte local.

Jovens desta localidade denunciaram, aos elementos das Forças Armadas Malianas presentes na comuna, algumas pessoas suspeitas de cumplicidade conduzidas à Gendarmaria de Tenenkou por necessidades de inquérito.

As forças de segurança lançaram imediatamente operações de patrulha a fim de encontrar  vítimas e perseguir eventuais assaltantes nesta zona onde o prefeito de Tenenkou e o seu motorista tinham sido raptados. Há duas semanas, o motorista foi liberto, mas o prefeito continua desaparecido, informaram os jovens.

Segundo fontes locais concordantes, terroristas projetam perturbar a estação das chuvas  multiplicando raptos de camponeses a fim de provocar uma grave crise alimentar nestas localidades onde são constantes ataques terroristas e raptos nos últimos anos.

Os mesmos atos são muitas vezes imputadas ao predicador maliano de etnia fula, Amadou Koufa, que aderiu à rede da Al-Qaeda no Magrebe Islâmico (AQMI).

Procurado pelas forças malianas e estrangeiras da Missão Multidimensional Integrada das Nações Unidas para a Estabilização do Mali (MINUSMA) e da Força francesa Barkane, Amadou Koufa, líder dum movimento denominado Frente Nacional para a Libertação de Macina (FNLM), cometeu vários assaltos mortíferos no centro do Mali contra o Exército maliano, as forças estrangeiras e as populações civis.

A FNLM é considerada como um adepto do radicalismo religioso.

-0- PANA GT/JSG/FK/DD 17julho2018

17 Julho 2018 13:25:36


xhtml CSS