Secretário-geral da OCI condena atos de violência no nordeste do Mali

Túnis, Tunísia (PANA) - O secretário-geral (SG) da Organização da Conferência Islâmica (OCI), Youssef Al Othaimeen, condenou terça-feira os atos de violência perpetrados de 26 a 27 de abril último por extremistas no nordeste do Mali, fazendo 40 mortos.

O SG da OCI exprimiu a sua preocupação com a frequência destes crimes no Mali nas últimas semanas e a sua propagação para os países vizinhos, o que, a seu ver, põe o acordo de paz e de reconciliação de 2015 em perigo e perturba a estabilidade na região.

Youssef Al Othaimeen apresentou as suas condolências às famílias das vítimas e desejou  rápidas melhorias aos feridos.

Reiterou que "todos os atos de terrorismo são crimes contra a humanidade e devem ser tratados como tais".

O SG da OCI também cricou, com vigor, o "ataque terrorista" perpetrado pela seita islamita nigeriana Boko Haram a 27 de abril último em Maiduguri, no norte da Nigéria, fazendo vários mortos e feridos.

Renovou o apoio da OCI aos dirigentes da República Federal da Nigéria na sua campanha para eliminarem o grupo Boko Haram.

Lembrou a posição de princípio da instituição que condena com força todos os atos terroristas e de extremismo violentos.

-0- PANA YY/IN/TBM/MAR/DD  02maio018

02 Maio 2018 12:51:54


xhtml CSS