Seca e fome abalas sudoeste da Somália

Mogadíscio, Somália (PANA) – As províncias de Bay, de Bakool e de Baixa Shabeelaha estão confrontadas com um estado de seca e fome, causando dificuldades à vida das populações e dos animais, anunciou neste fim de semana o Conselho de Ministros do Governo do território do sudoeste na Somália.

Segundo a imprensa local somali, os responsáveis dos Ministérios da Agricultura, do Ambiente, dos Recursos Animais e do Planeamento afirmaram que o atraso das chuvas durante as estações da primavera e do outono nas províncias do sul do país provocou uma seca e uma fome.

Apelaram ao Governo Federal e às organizações da sociedade civil internacional para darem ajudas urgentes a fim de salvarem as vítimas da catástrofe natural devida à seca.

A Agência Somalí de Notícias informou esta sexta-feira, citando o ministro da Agricultura do Governo do Território, Mohamed Hassan Feki, que pastores e populações rurais começaram a transumar dos seus locais de habitação habitual devido à seca.

Esta situação coincide com o regresso dos refugiados somalis dos campos de Dadaab, no Quénia, ao país.

-0- PANA AD/IN/JSG/FK/DD 9dez2016

09 Dezembro 2016 15:47:45


xhtml CSS