SG das Nações Unidas condena ataques terroristas de Mogadíscio e felicita socorristas

Nova Iorque, Estados Unidos (PANA) – O Secretário-Geral das Nações Unidas, António Guterres, felicitou os primeiros socorristas e residentes da capital somalí, Mogadíscio,  pela ajuda mobilizada para as vítimas do "pior ataque à bomba" na Somália.

Num comunicado publicado domingo pelo seu porta-voz,  o Secretário-Geral da ONU exorta todos os Somalís «a unir-se na luta contra o terrorismo e o extremismo violento e a trabalhar juntos para a construção dum Estado Federal funcional e inclusivo ».

Condenando com firmeza o ataque, ele apresentou as suas condolências às famílias enlutadas, bem como desejou rápidas melhoras aos feridos.

Segundo um novo balanço publicado esta segunda-feira, 276 pessoas foram mortas e 300 outras ficaram feridas no ataque.

O representante especial do Secretário-Geral na Somália, Michael Keating, declarou igualmente domingo que a ONU e a Missão da União Africana na Somália (AMISOM) estão a trabalhar em estreita colaboração para apoiar a resposta do Governo Federal somalí e das autoridades governamentais locais em logística, abastecimentos médicos e perícia na sequência do atentado à bomba.

« É um ataque revoltoso ao mesmo tempo em termos de objetivo e de impacto », declarou o representante especial onusino, que sublinhou que a prioridade imediata é  apoiar os esforços envidados pelas autoridades para se restabelecer do ataque e ajudar todas as pessoas afetadas, em particular os feridos e os novos sem abrigos.

« A comunidade internacional fará o seu possível para ajudar o povo e o Governo somalís a ultrapassar esta tragédia », afirmou.

Segundo a imprensa, um enorme carro armadilhado  explodiu diante da entrada dum hotel situado na zona K5, que alberga gabinetes do Governo, hotéis  e restaurantes.

Mais tarde, no mesmo dia, um segundo ataque à bomba foi registado no bairro de Madina.

-0- PANA MA/AKA/JSG/FK/IZ 16out2017

16 october 2017 16:14:12




xhtml CSS