SG da ONU promete às mulheres igualdade no sistema onusino

Nova Iorque- Estados Unidos (PANA) -- O Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, prometeu quarta-feira em Nova Iorque instaurar a igualdade a nível dos postos de direcção da organização que dirige desde Janeiro último, sucedendo ao ganense Kofi Annan.
"Eu comprometo-me a trabalhar para uma abordagem que envolva todo o sistema onusino, a apoiar o trabalho dos Estados membros para a igualdade entre homens e mulheres e a responsabilização das mulheres", declarou Ki-moon por ocasião da celebração quinta-feira do Dia Internacional da Mulher.
Falando diante da Assembleia Geral da ONU, o ex-vice-ministro sul-coreano dos Negócios Estrangeiros deplorou o facto de as mulheres "continuar a ser sub- representadas a nível dos mecanismos de tomada de decisão dos Governos no Mundo".
"O pior é que as violências contra as mulheres e as raparigas estão a ser prepertadas em cada continente, em cada país e em cada cultura", acrescentou o sucessor de Annan, apelando aos homens para assumir a responsabilidade de pôr termo a estas violências e facilitar o acesso das mulheres e das raparigas às mesmas oportunidades que os homens.
Há algumas semanas, O Secretário-Geral das Nações Unidas nomeou a ex-ministra tanzaniana dos Negócios Estrangeiros, Asha-Rose Migiro, para o posto de vice- presidente da ONU, a mexicana Alicia Bercena como secretária-geral adjunta para a Gestão e Michel Montas, porta-voz da organização mundial.

08 Março 2007 18:55:00


xhtml CSS