SG da ONU nomeia 27 líderes para combater desnutrição infantil

Nova Iorque, Estados Unidos (PANA) – O Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, nomeou terça-feira 27 líderes de diversas organizações e do setor privado para aproveitar ''a força e a segurança dos países'' para melhorar a nutrição materna e infantil.

Segundo um comunicado das Nações Unidas divulgado em Nova Iorque, Ban Ki-moon disse que estas figuras servirão de "guias estratégicos" do movimento mundial conhecido sob o nome de «Melhorar a Nutrição» para melhorar a nutrição das crianças.

''Nunca antes, tantos dirigentes de vários países e setores acordaram em trabalhar juntos para melhorar a nutrição. A subida em potência do movimento Melhorar a Nutrição nos dá a todos, incluindo as Nações Unidas, uma oportunidade de apoiar os esforços dos países para pôr um termo à fome e à desnutrição'', disse Ban.

Os membros do Grupo de Líderes é integrado por Armando Emílio Guebuza, Presidente de Moçambique; Jakaya Mrisho Kikwete, Presidente da Tanzânia; Sheikh Hasina, primeira-ministra do Bangladesh;  Nahas Angula, primeiro-ministro da Namíbia; e Babu Ram Bhattarai, primeiro-ministro do Nepal, entre outros.

Outros membros são Ngozi Okonjo-Iweala, ministra das Finanças da Nigéria; Nina Sardjunani, vice-ministra da Planificação do Desenvolvimento da Indonésia; Nadine Heredia, Primeira Dama do Perú e Ibrahim Mayaki, diretor-geral da NEPAD (Nova Parceria para o Desenvolvimento de África).

As pessoas da sociedade civil nomeadas são Fazle Hasan Abed, fundador e presidente da Organização não Governamental BRAC (Comité para o Desenvolvimento Rural do Bangladesh); Tom Arnold, chefe da direção das Preocupações no Mundo; e Alessandra da Costa Lunas, secretária-geral da Confederação das Organizações Camponesas de Família do Mercosud (COPROFAM) .

São ainda membros do Grupo Marie-Pierre Allié, presidente de Médicos Sem Fronteiras (MSF) de França; e Helene Gayle, presidente diretora-geral da Organização não Gornamental CARE dos Estados Unidos.

O comunicado indica que o papel do Grupo é velar por que os países que estão no centro do movimento sejam apoiados nos seus esforços para conseguir melhorias tangíveis e duradouras na área da nutrição.

''Para além de traçar uma orientação estratégica, o Grupo vai ajudar a mobilizar apoio e  reforçar a coordenação e a responsabilização no seio do Movimento'', disse.

-0- PANA AA/SEG/ASAA/AAS/SOC/CJB/IZ  11abril2012

11 april 2012 16:26:27




xhtml CSS