SG da ONU defende de remoção obstáculos à autonomização económica das mulheres

Nova Iorque, Estados Unidos (PANA) – O Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, advogou terça-feira mais esforços para se remover os obstáculos à plena participação das mulheres na economia, citando a ausência de acesso aos empregos, aos mercados, aos fundos e à propriedade como alguns exemplos.

« A participação efetiva das mulheres nos negócios, desde a inclusão das empresas lideradas por mulheres nas cadeias de abastecimento a uma representação significativa das mulheres nos Conselhos de Administração das Empresas, é sinónima de desempenho acrescido»,  declarou o responsável onusino durante uma reunião na sede da ONU sobre a igualdade dos sexos para empresas sustentáveis.

Ban juntou-se a cerca de 200 empresários e representantes da sociedade civil, de Governos e da ONU para marcar o segundo aniversário da «Equality Means Business », uma iniciativa conjunta da Entidade das Nações Unidas para a Igualdade dos Sexos e Autonomização das Mulheres (ONU-Mulheres) e do Pacto Mundial da ONU.

Esta iniciativa propõe um roteiro para as empresas visando a responsabilização das mulheres no trabalho, no mercado e na comunidade.

Este ano, a reunião decorreu sob o lema «A Igualdade dos Sexos para Empresas Sustentáveis ».

« Não podemos chegar  a um desenvolvimento sustentável sem a participação das empresas, incluindo multinacionais, pequenas e médias empresas, investidores e empresários, pois qualquer viabilidade passa pela autonomização das mulheres », declarou Ban.

-0- PANA AA/SEG/FJG/AAS/IBA/FK/IZ 07mar2012

07 Março 2012 17:21:35




xhtml CSS