Rússia desculpa-se aos Camarões por assassinato de estudante

Yaoundé- Camarões (PANA) -- O embaixador da Federação Russa em Yaoundé, Abdoulayev Poulate, apresentou as suas desculpas aos Camarões pelo assasinato a 24 de Dezembro em São Petersburgo do estudante camaronês Léon Kanhem por indivíduos desconhecidos.
O diplomata russo, que falava quarta-feira à imprensa no termo duma audiência com o ministro camaronês das Relações Exteriores Laurent Esso, condenou este acto similar a um "crime racista".
Um inquérito foi aberto após este assassinato e os seus autores serão descobertos e punidos, garantiu o diplomata russo antes de convidar os pais da vítima a contactarem os seus serviços para as formalidades de repatriamento do corpo para os Camarões.
Esta reacção intervém após uma manifestação dos pais, amigos e conhecidos de Léon Kanhem, que exprimiram a sua ira diante da Embaixada russa em Yaoundé.
Léon Kanhem, assassinado com uma faca, era desde Setembro último estudante na Faculdade Preparatória da Universidade das Comunicações Náuticas de São Petersburgo.

29 Dezembro 2005 12:26:00


xhtml CSS