Responsável sudanês anuncia acordo sobre envio de soldados ao Sudão

Addis Abeba- Etiópia (PANA) -- O conselheiro presidencial sudanês Mustapha Othman anunciou sexta-feira em Addis Abeba, a capital etíope, que um acordo relativo ao desdobramento de uma força híbrida ONU-União Africana de manutenção da paz em Darfur (província ocidental sudanesa abalada por uma guerra civil), será assinado na próxima semana em Cartum (Sudão).
Numa declaração à imprensa na capital etíope, Othman precisou que esta questão foi abordada numa série de reuniões entre o Presidente sudanês, Omar Hassan El-Béchir, o presidente cessante da Comissão da União Africana, Alpha Oumar Konaré, e o Secretário-Geral das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, à margem da 10ª Cimeira da UA em Addis Abeba.
Por outro lado, o responsável sudanês acrescentou que uma delegação de ministros dos Negócios Estrangeiros dos países membros da Autoridade Intergovernamental para o Desenvolvimento (IGAD) efectuará uma visita a Nairobi (Quénia), para promover os esforços de paz neste país da África Oriental e apoiar na resolução da crise provocada pela reeleição do Presidente Mwai Kibaki no escrutínio de Dezembro, e que já fez cerca de mil mortos e milhares de deslocados quenianos.
Evocando a situação na Somália, o funcionário sudanês indicou que o primeiro-ministro deste país, Nour Hassen Hussein, exortou os países da IGAD a contribuirem na força de manutenção da paz aí desdobrada, elogiando o trabalho efectuado pelos contingentes ugandeses e burundeses que operam no quadro da Missão da UA da manutenção da paz.
O alto responsável sudanês afirmou igualmente que a formação de um Governo Federal Africano é irreversível "se queremos que África seja livre, estável e desenvolvida", declarando que a comissão encarregue de reflictir sobre o futuro Governo Federal Africano apresentará um relatório na próxima cimeira da UA prevista no Egipto, em Julho próximo.

01 Fevereiro 2008 21:15:00




xhtml CSS