Responsável humanitário deplora retomada de confrontos na Somália

Nairobi- Quénia (PANA) -- O coordenador humanitário para a Somália, Eric Laroche, expressou quinta-feira a sua preocupação face à retomada dos confrontos neste país que opuseram quarta-feira as forças aliadas do Governo Federal de Transição (GFT) às da União dos Tribunais Islâmicos (UTI).
"Engajar-se em guerra numa altura em que uma grande parte da população está a lutar para sobreviver é inaceitável", declarou o responsável humanitário, insistindo na necessidade de uma estabilidade para o êxito das operações humanitárias em curso e a concentração de todos os esforços envidados para combater o sofrimento das populações na Somália.
Estes confrontos que decorrem nas zonas de Daynunay e de Idale, no sul da Somália, põem termo a uma curta trégua entre os beligerantes.
As inundações complicam a situação humanitária na Somália onde 454 mil 500 pessoas fugiram das suas províncias.

22 Dezembro 2006 15:33:00




xhtml CSS