Reconquista do norte do Mali faz manchete na imprensa mauritana

Nouakchott, Mauritânia (PANA) – A reconquista do norte do Mali, marcada pela derrota dos jihadistas armados aliados à Al Qaeda no Magrebe Islâmico (AQMI), é um dos principais assuntos abordados pela imprensa publicada esta semana na Mauritânia.

O "Le Quotidien de Nouakchott" destaca um extrato do discurso do Presidente interino do Mali, Dioncounda Traoré, perante a Cimeira dos Chefes de Estado e de Governo da União Africana (UA), durante um debate sobre a crise que prevalece no seu país.

Descrevendo a rede terrorista, o Presidente Traoré afirma que "o inimigo comum é o narcoterrorismo que invoca Deus, mais age como Satanás".

O jornal destaca a pós-derrota dos islamitas e adverte contra "os ajustes de contas e o delito facial".

Por sua vez, o diário "Nouakchott-Info" se interroga sobre a "estratégia dos islamitas depois da intervenção francesa no Mali".

Citando alguns peritos, este jornal ressalta que "os islamitas armados, que perderam em alguns dias todos os seus bastiões, reúnem doravante as suas forças no extremo norte do  Mali, onde continuam a ser perigosos" ddevido à configuração do terreno.

O semanário "Biladi" destaca, por sua vez, a questão da implicação da Mauritânia no conflito maliano, ressaltando que este país já teve a sua parte nos danos colaterais.

-0- PANA SAS/JSG/CJB/TON  2fev2013

02 Fevereiro 2013 12:14:38


xhtml CSS