Recolher obrigatório em Bouaké e nas imediações

Abidjan- Côte d'Ivoire (PANA) -- Um recolher obrigatório foi instaurado segunda-feira em Bouaké e nas imediações, pelos rebeldes do Movimento patriótico da Côte d'Ivoire (MPCI) que controlam esta cidade desde a eclosão da crise a 19 de Setembro último, indica um comunicado da ala política da rebelião.
Segundo o comunicado, cuja cópia foi trasmitida no mesmo dia à PANA em Abidjan, o recolher abrange Bouaké e cinco outras cidades circundantes.
"Um recolher obrigatório é decretado a partir da segunda-feira 9 de Dezembro de 2002, das 20 horas às cinco horas locais (e GMT) nas cidades de Bouaké, Sakassou, Molonou, Djébonoua, Béoumi e Tiennigboué", lê-se no comunicado que não precisa as razões desta decisão.
Porém, o texto precisa que "só será autorizado a circular a equipa designada para patrulha e asseguramento dos pontos estratégicos".
Este recolher obrigatório surge após a descoberta na última semana, pelo exército francês, de uma vala comum próximo de Vavoua (375 km a Oeste de Abidjan), uma zona controlada pelos rebeldes do MPCI.
As Forças armadas nacionais da Côte d'Ivoire (FANCI) e os rebeldes atribuiram-se mutuamente a responsabilidade desta vala comum.
Recorde-se que desde 19 de Setembro último, a Côte d'Ivoire atravessa uma crise grave com a presença de rebeldes em várias localidades do país.
As negociações iniciadas desde 30 de Outubro último em Lomé (Togo)não parece avançar, sublinha-se em Abidjan.

10 Dezembro 2002 16:20:00


xhtml CSS