Rebeldes reivindicam destruição de oleoduto da empresa petroleira AGIP na Nigéria

Lagos, Nigéria (PANA) – O Movimento para a Emancipação do Delta do Níger (MEND) declarou esta sexta-feira ter atacado e destruído um oleoduto pertencente à empresa AGIP Oil, sucursal do gigante petroleiro italiano ENI, na província petrolífera do Delta do Níger, no sudeste da Nigéria.

"Sexta-feira 13 de abril de 2012, às 02 horas e 10 minutos de manhã, combatentes do Movimento para a Emancipação do Delta do Níger (MEND) atacaram a torneira de um poço e um coletor na rede pertencente à AGIP Oil Company, membro do grupo italiano ENI", reivindica o MEND num comunicado transmitido via email à imprensa.

"Estes ataques ocorreram em Clough Creek, no Estado de Bayelsa, na província do Delta do Níger", prossegue o texto que acrescenta que outros incidentes similares acontecerão.

O MEND ameaçou recentemente lançar ataques em massa na província petrolífera, apesar do programa de amnistia elaborado em 2009 pelo Governo e que persuadiram numerosos rebeldes, dos quais membros do MEND, a renunciarem à violência.

Desde então, este programa de amnistia, largamente considerado como bem sucedido, os ataques contra as instalações petroleiras e os raptos diminuíram drasticamente.

No entanto, a 1 de março último, o MEND reivindicou um ataque contra um posto de controlo da Polícia Marítima no Estado de Bayelsa, em que morreram quatro polícias.

-0- PANA SEG/NFB/TBM/IBA/FK/DD 13abril2012

13 أبريل 2012 20:51:57


xhtml CSS