Reacções ao cancelamento do campeonato nacional de basquetebol

   Luanda- Angola (PANA) -- As províncias de Cabinda (norte) e Namibe (sul) manifestaram quinta-feira última a sua indignação pelo cancelamento  do campeonato nacional sénior masculino de basquetebol por zonais.
Os directores provinciais dos desportos daquelas provincias, nomeadamente, João Dias Pereira e Armando Valente reprovaram a decisão da Federação angolana de Basquetebol (FAB) por considerarem que " os novos moldes de disputa revalorizariam a modalidade a nível nacional".
"A Federação deixou-se enganar "porque as equipas de  Luanda evocaram razões financeiras como principal empecilho para a  realização da competição em novos moldes", denunciaram.
Recordaram que "houve compromissos que envolveram não só as instituições, mas também individualidades", disseram, para acrescentar que "ficaram surpreendidos pela forma como o presidente da FAB, Pires Ferreira, aceitou as reclamações dos clubes da  capital do país".
Segundo o que foi anteriormente combinado pela Federação da modalidade e as direcções provinciais dos desportos, "integrariam a zona Norte  as equipas das províncias de Cabinda e Luanda, enquanto o sul seria representado pelas equipas de Benguela, Huíla e Namibe".
Entretanto, uma nota de imprensa publicada quinta-feira pelo órgão reitor do basquetebol, a vigésima segunda edição do  torneio senior masculino será  disputada num sistema de todos contra todos a duas voltas, como tem sido até aqui.
Os quartos e as meias-finais realizam-se no sistema de "play off" à melhor de cinco jogos, e a final em sete partidas.
O último campeonato nacional da época 2002 foi ganho pela equipa luandense do Primeiro de Agosto, que com a outra congénere da capital, o Petro de Luanda, têm sido os principais vencedoras dos troféus nacionais.
  

10 Janeiro 2003 13:13:00


xhtml CSS