Rali Lisboa-Dakar anulado devido a ameaças terroristas na Mauritânia

Dakar- Senegal (PANA) -- A 30ª edição do rali automóvel e motorizado entre Lisboa (Portugal) e Dakar (Senegal), com início previsto para sábado, foi cancelado devido a receios de ataques terroristas durante a sua passagem pela Mauritânia, indicaram sexta-feira os organizadores da corrida.
Os organizadores acabaram por aceitar as recomendações do Governo francês, que considerou muito sérias as ameaças feitas contra a corrida por movimentos terroristas na Mauritânia, após o assassinato de quatro turistas franceses, a 24 de Dezembro último, perto da cidade mauritana de Aleg (leste), atribuído pelas autoridades locais ao islamismo radical.
Esta é a primeira vez desde 1978, ano da primeira corrida, que uma edição do rali é cancelada.
Em 2007, ameaças dum movimento terrorista argelino, Grupo Salafista para a Predicação e Combate (GSPC), haviam obrigado os organizadores a anularem duas etapas.
No total, 570 equipas constituídas por 245 motorizadas, 205 viaturas e 100 camiões deviam iniciar a corrida em Lisboa para chegar a 20 de Janeiro em Dakar, a capital do Senegal.

04 Janeiro 2008 21:05:00


xhtml CSS